... na beira da estrada, tá bichada ou tem marimbondo no pé!!!

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Pô, mas o maluco era mó gostosa...

Oi, gente! O post de hoje foi feito pela minha amiga Carla. Na verdade eu dei alguns pitacos, mas a maior parte dos créditos é dela. Isso porque eu fiquei em casa no dia errado e perdi o melhor da festa... que raiva! Ainda bem que arrependimento não mata. Espero que gostem, se não gostarem... foi a Carla que fez... hehehe... Brincadeirinha, ficou ótimooo!!! Beijos para todos!
***
Ver o amigo pegar um traveco...

... Não tem preço! É bem chato ser mulher bonita hoje em dia... rs... Brincadeiras a parte, ser mulher é bem complicado... Por exemplo, você não pode simplesmente sair pra dançar com as amigas sem aparecer um mané (ou manés) para tirar a gente do sério. Só para exemplificar, num sábado saí com duas amigas para dançar. Antes de prosseguir, caro leitor, gostaria de informar, que a dona deste blog não foi, pois ficou em casa “de preguiça” em pleno sábado à noite. Continuando... rs... Não demorou muito para começarem a urubuzar a gente. Estávamos dançando com um espaço considerável, até que eles foram nos espremendo em um canto, provavelmente para tentar dar o bote. Quando já estava prestes a ter que dançar num degrau, resolvi reclamar, e pedir para os “bonitões” chegarem para trás. Eles ainda ficaram por lá um tempinho, fazendo uma horinha, tentando disfarçar o belo toco que levaram, mas não tardou até avistarmos o bando perto do próximo alvo.
O “líder” foi tentar contato, e por mais incrível que pareça, conseguiu uma resposta positiva mais rápido que o próprio bom senso dele deveria aceitar. Pois bem... Os “alvos” estavam vestidos com roupas ousadas até demais para mulheres normais. Vestido mega curto, com um super decote, que destacava os “peitos brilhantes” dignos de um filme pornô, a outra vestia uma calça tão apertada que mais parecia pintada no corpo e um top bem decotado também... Além de tudo isso, tinham pomos de adão. Pareciam mulheres, mas eram biologicamente homens.
Passado um tempinho, estava todo o bando cercando os travecos. Eis, que de repente, o “líder” tasca um beijão, digno de Hollywood num deles! Não satisfeito ainda se vangloriou pros outros coitados, menos afortunados que ele, dizendo da “morena maravilhosa” (ou moreno... rs) que havia pego. Os outros ainda ficaram por perto, dançando juntos, agarradinhos, avaliando os materiais das “moças”, mas claro que perceberam que o amigo havia cometido um erro que iria custar sua credibilidade com eles...
Só posso falar que mal acreditamos em nossa sorte... Ver o carinha pegar o travesti!!! Não preciso nem comentar que isso rendeu risadas pelo resto da noite, pelo dia seguinte e em qualquer hora que a gente lembre do fato.
Quando estávamos indo embora, avistamos o grupo do lado de fora, mas faltava o “pegador de moços”... rs... Recomeçamos com os comentários, só que baixinho para que não ouvissem. Assim que passamos por eles, um dos carinhas veio logo com uma piadinha que foi solenemente ignorada por nós: “R$10,00 de gasolina para vir pra cá, R$7,00 de estacionamento, ver o amigo pegar um traveco...” Nessa hora abrimos nossos melhores sorrisos para ajuda-lo a completar a frase: “NÃO TEM PREÇO!!!”
Ficamos lá com eles, comentando o tão extraordinário fato. Eles nos contaram que zoaram tanto o “pegador” que ele foi embora de táxi, magoado com os companheiros que não perdoaram a gafe! E o pior (melhor ao meu ver.. hehe) vocês não sabem! Ele traiu a namorada com o travecão!!! Bem feito! Agora ele vai pensar bastante antes de repetir o feito. Acho que esse cara deve ser tão galinha que o resgate cármico dele era pegar o travesti e ser zoado pelos amigos, só pra deixar de ser babaca e parar de trair a namorada. Pagou todos os pecados, ou melhor, todos os chifres que já colocou nessa pobre coitada! E cá entre nós, que namorada é essa que não tava junto? Vai ver ele gosta de pegar um traveco de vez em quando e a gente não sabe. Mas como na vida tudo tem um lado positivo, o cara ainda pode ser contratado como atacante do Flamengo ou ator de Malhação.
Para nossa surpresa, os meninos eram na verdade bem legais, e até bonitinhos! Acho que a iluminação da boate não os favoreceram. Até demos umas dicas de como diferenciar as mulheres de verdade das “de mentirinha”... rs... Explicamos que peitos normais não brilham daquele jeito – aliás, de jeito nenhum –, que nem as mais piriguetes se vestem de forma tão ousada e o mais importante: se a mulher parece ser “muito demais” (como muito bem colocou um de nossos novos amigos de night “o maluco era mó gostosa!”) ela não cai na rede assim tão fácil.
Em suma, a noite foi de aprendizados... Constatei que homens pegam qualquer coisa que se mexa e tenha formato parecido ao feminino; que os carinhas que nos irritam nas baladas podem ser legais na “vida real”; e, principalmente, que naquela noite que você acha que tudo dará errado e que quer voltar pra casa, vai ser na verdade a que você mais vai se divertir em sua vida!

5 comentários:

Carla disse...

Primeiramente, 02 palavrinhas pra quem não gostar: "só lamento!" rsrs
E de resto.. Não tem nem o que se comentar.. O cara pegou um traveco!!! rsrs

Elaine disse...

Olha esse dia foi Mara!!!! a Bruna não foi e agora fica ai se remoendo srrsrsrs

Luizetto disse...

Muito bom!!! Não sabia dos talentos da Carla!
Parabéns!!

Mas uma pergunta...
Alguém, além do "pegador de travecos", deu um beijinho nessa noite?

Paredes's disse...

hhahahha
acabou q n pude ir nesse dia... putzzzz
mas ja presenciei atos como tal em outros lugares...
o mais hilario de tudo é o 'pegador'que fica olhando pra cara de todos à sua volta, com a mão na bunda 'do gostosa', crente que ta tirando mó onda!!!! hahah

Lara Gouveia disse...

Genteeee!!! Bege bahia! Me amarrota que eu tô passada! O post da Carla bombando! Tô até com ciúmes... rsrsrs...